Perguntas Frequentes

Share / Partilhar:

Há perguntas que me fazem sempre que falo da minha viagem ou da forma como vivo atualmente, e para responder a algumas delas resolvi fazer este artigo, que posso ir atualizando sempre que ache necessário.

P: Então e vives do quê?
R: Esta é a pergunta rainha sem duvida, é complicado para a maioria das pessoas achar que se pode viver sem certas coisas ou sem ter um “trabalho” no sentido clássico da palavra.
De momento e foi assim que estruturei a viagem, vivo de economias que fiz ao longo dos cerca de dois anos que antecederam a viagem, quem me conhece sabe que foram dois anos com muitas semanas sem folgar, muitas horas extra, muitos meses sem férias e noites sem sair. Tive também a possibilidade de chegar a acordo com a empresa onde trabalho para uma licença sem vencimento de um ano.
Parece bastante simples até, mas toda a preparação da carrinha de raiz foi mais cara que o previsto e o orçamento para a viagem é bastante curto, no entanto e como a Internet é um mundo de possibilidades estou a desenvolver, alem deste blogue algumas formas de receita online para atenuar o impacto da viagem no orçamento.

P: Deves gastar imenso dinheiro?
R: Gasto menos que a maioria de vocês, as minhas únicas despesas são combustível e alimentação. Combustível, o total da viagem que programei passa pouco dos 20 000kms, não deve andar longe do que fazem nas vossas deslocações normais durante um ano. Alimentação é feita quase sempre dentro da carrinha, e evito certos luxos na dispensa, não é complicado. Não pago agua, nem luz (painel solar, chega e sobra para iluminação led, computador portátil e telefone/ câmaras / mp3), o gás é só para cozinhar, e é GPL, através de uma pequena botija de 5kg que tenho na carrinha.
Não pago renda, parqueamento, não fumo, raramente bebo, Internet é com wifi grátis onde o apanhar. Quanto ao telefone, o meu tarifário normal de Portugal tem alguns minutos e alguns MB de Internet mensais em roaming, que dão para as necessidades básicas.

P: Qual é o teu orçamento mensal?
R: É bastante relativo, depende do pais (custo combustível) e dos kms que fizer, quanto a comida, entre 60€ e 100€ são suficientes em qualquer pais na Europa. O combustível, posso fazer mais ou menos kms dependendo do valor que puder gastar, mas a uma média de 2000kms por mês para esta viagem, cerca de 250€ a 300€ mensais.

P: E andas sozinho, porque não levas alguém ou um animal de estimação?
R: Quanto à 1ª parte, tenho espaço para mais uma pessoa até mas, para os casados que quando discutem vão um para cada canto da casa, ou para a rua, imaginem que a casa só tinha 3m x 1,70m e que a rua é um pais estranho onde não conhecem ninguém nem tem para onde ir. Alem disso, era injusto arrastar alguém para o meu sonho, era complicado ter encontrado alguém com a mesma disponibilidade e espírito, o orçamento seria também maior. Acho que é compreensível.
Quanto à segunda parte, até gosto bastante de animais, mas é mais uma boca para alimentar e mais uma vida para me responsabilizar, não fazia sentido também, alem de algumas restrições e leis relativas à entrada e permanência de animais em alguns países.

P: Não te sentes sozinho?
R: Claro, sou humano, mas o facto de estar sozinho basicamente obriga me a conviver e interagir com as pessoas com quem me cruzo ao longo da viagem, acaba se por ter muito mais a ganhar em termos culturais conhecendo gente de todo o lado.

P: Então e onde estacionas, vais para o parque de campismo à noite?
R: Estaciono onde tiver espaço, como qualquer automóvel, preparei a caravana de forma a ficar o mais discreta possível, e tento ser discreto, especialmente nas cidades e em zonas urbanas, obviamente tento escolher um sitio o mais seguro possível e tenho alguns cuidados, na realidade é só mais um carro estacionado. Quanto a parques de campismo, a resposta é simples, se quisesse pagar alojamento não comprava uma caravana, fazia a viagem de carro e dormia num hotel.

P: Não tens casa de banho na caravana, como tratas da tua higiene, e necessidades?
R: Este é sempre um assunto sensível, e é o maior obstáculo da maioria das pessoas à vida numa caravana. Vamos por partes, quanto ao banho/ higiene tenho lava loiças, e torneira, que já ajuda numa grande parte das tarefas de higiene, quanto aos banhos, tenho desenvolvido uma técnica que usamos há centenas de anos e nunca ninguém se lembra que é a do banho de esponja, basta um recipiente com agua morna ou natural e uma esponja, bastante simples de fazer dentro da carrinha, no verão ou em zonas de floresta há sempre o famoso duche solar, que há a venda em todo o lado e é basicamente um saco de agua com uma pequena cabeça de chuveiro e que se pendura numa árvore ou até mesmo na própria carrinha. Quanto a necessidades, para um homem é mais fácil, um garrafão ou garrafa de preferência opaca e com uma tampa relativamente larga cobre uma das necessidades na perfeição e está sempre a mão, quanto à outra, há que aproveitar as casas de banho publicas sempre que possível, ou em ultimo caso e também já o fazemos há centenas de anos, o penico nunca falha, toalhetes para bebés também se tem revelado uma boa aposta.

P: Agua, onde enches e despejas os depósitos da carrinha?
R: Agua, para o deposito de agua limpa, tenho encontrado sempre bombas de gasolina ou fontes onde encher, normalmente para beber bebo engarrafada ou encho garrafas pequenas em bebedouros públicos, para vazar o deposito de agua suja, alem de ter um deposito pequeno (25L), que tento manter no mínimo possível, é só agua do lava louça, cozinho quase sem gordura, e o resto é agua de lavar as mãos ou o corpo, e como o depósito é pequeno acabo por despejar em qualquer cantinho, não está correto, mas não e assim tão grave.

Podem fazer as perguntas que quiserem na area de CONTACTO

Para acompanharem mais de perto as minhas aventuras, sigam-me no Instagram , Facebook e Youtube

Share / Partilhar: