by

Gent, Bruxelas e cidade do Luxemburgo (C/VIDEO).

Share / Partilhar:

Após sair da Holanda e a caminho da França fiz algumas paragens na Bélgica e dei um salto à cidade do Luxemburgo.

Passando a fronteira da Holanda fiz a primeira paragem em Gent, uma das principais cidades Belgas, onde consegui ficar num parque de autocarros onde autorizam caravanas relativamente perto do centro. Nesta cidade ainda se fala o Holandês como língua principal e tem uns bons recantos para descobrir, ainda tem alguns canais que marcam as paisagens e as cidades nesta região, um castelo no centro, curiosamente não no alto de um monte como de costume, uma catedral lindíssima e no geral um centro histórico muito preenchido e com muitos cantinhos interessantes para explorar recomendo uma paragem por aqui se estiverem pela região.

Segui depois a caminho da capital Bruxelas, terra das couves, do chocolate Belga e casa da União Europeia, aqui tive a felicidade de encontrar estacionamento mesmo na praça do monumento Cinquentenaire, obrigado Park4Night. Aqui já se fala Francês como língua principal o que me deu aquela lembrança de que já estou a caminho de Portugal e que vou ter de por esta bela vida de viajante a tempo inteiro em pausa. Voltando à cidade, Bruxelas é uma capital e como tal é marcada pelo movimento, pela vida intensa, os turistas, enfim tudo normal, tem a zona centro marcada por uma impressionante praça com muito dourado a marcar as vistas, tem a famosa estátua do menino a fazer xixi, é mínima mas não deixa de ser curioso o interesse que gera. Há a zona das instituições europeias com belos e modernos edifícios e muita gente de fato cheia de pressa, mas o que mais me impressionou por ser algo muito diferente e especial foi o Atomium, um monumento / museu que impressiona tanto pelo tamanho como pela construção em si.

Foi esta a minha curta passagem pela Bélgica, segui depois para o ultimo país novo desta viagem, e que completa a lista de 27 países em que estive este ano, falo do Luxemburgo. Apenas parei na única cidade e capital com o mesmo nome do país, mas conduzi um pouco pelo resto do país e devo dizer que é maior do que imaginava com umas pequenas vilas e aldeias bastante interessantes e uma paisagem de montanha muito verde e bastante agradável. Falando da cidade, é um grande centro económico muita gente e edifícios sede de muitas empresas em especial do ramo bancário, mas em relação à parte turística, não tem muito que ver, a parte antiga não é muito grande mas no geral é agradável para um bom passeio a pé, com umas boas áreas verdes para relaxar, surpreendeu me que apesar dos salários bastante altos desta nação não ver grandes sinais de riqueza, não me pareceu mais organizado ou cuidado que qualquer outra cidade da França por exemplo, isto comparando com a Suíça que é o país com salários mais ou menos ao mesmo nível deste mas que apresenta sinais bem mais claros de qualidade de vida, pelo menos foi a ideia com que fiquei do Luxemburgo.

E está assim completo mais este pequeno relato de mais dois países bastante interessantes que fizeram parte desta minha viagem de carrinha de 10 meses a volta da Europa, fiquem com as fotos e o vídeo que fiz destas paragens, espero que gostem e continuem a seguir as minhas aventuras.

VIDEO

FOTOS

Para acompanharem mais de perto as minhas aventuras, sigam-me no Instagram , Facebook e Youtube

Share / Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *