by

As Primeiras semanas em viagem.

Share / Partilhar:

Bem, este blogue precisa de um pouco de vida. Como tal, cá vai o meu primeiro artigo a sério, que vai resumir as minhas primeiras semanas de viagem vou começar em formato de diario, depois lá para a frente logo se vê no que isto vai dar.

Depois de toda a azafama da preparação e todos os atrasos, finalmente o dia 16 de Fevereiro de 2017 marca o inicio da minha jornada, supostamente em volta da Europa, que na realidade é maior do que parece no mapa.

Arranquei do Pinhal Novo com o meu pai de madrugada, o conta km da carrinha marcava 209201kms com destino ao Alto da Foia, ponto mais alto do Algarve e final da 2ª Etapa da volta ao Algarve, competição que segui até a ultima etapa. 1a noite passada em Sagres onde seria a etapa seguinte contra-relógio com partida e final nesta localidade. Terminada esta etapa lá seguimos até albufeira para dormir em casa de familiares e para um banho quente merecido.

No dia seguinte aproveitando a “base” onde dormimos, a manhã foi passada a dar alguns retoques e a suprir algumas necessidades que notamos na preparação da caravana, foi instalada uma prateleira de apoio à cozinha, e preparado um canto para temperos e frascos no balcão da cozinha também aproveitei para mais uns retoques elétricos, pendurar ganchos que vim a descobrir que são os melhores amigos de quem vive numa carrinha destas, seguida para Tavira para ver o final da 4ª e penúltima etapa (chegada épica ao sprint by the way), depois da etapa seguimos até São Brás de Alportel onde dormimos.

No domingo lá seguimos para a ultima etapa, no Alto do Malhão – Salir deu para fazer um pouco de rally pelos caminhos “alternativos” até ao alto, mas a LT esteve sempre a altura, é vagarosa mas tem força, a etapa lá terminou com mais uma chegada épica (parabéns Amaro Antunes). Regresso a Albufeira para mais uma dormida com direito ao ultimo banho quente até à data.

Terminada a Volta ao Algarve no dia seguinte era altura de mandar o meu pai para casa, atestar a dispensa e iniciar mais a sério a minha viagem propriamente dita, o comboio era um pouco tarde portanto já não avancei muito para dormir acabando por ficar em Faro na Praia, adorei o sitio, boa praia, boa vista para a ria, varias casas de banho e duches públicos. Muito bom para caravanistas.

No dia seguinte fiquei por Olhão, a aproveitar os últimos dias de net, e a tratar de alguns assuntos antes de sair de Portugal, é um pouco confuso Olhão mas tem alguns sítios bons para deixar a caravana e passar uma ou duas noites, inclusive um sitio na avenida principal onde fiquei com algumas dezenas de outras Caravanas.

Dia 22 de Fevereiro é a data que marca a minha ultima noite em Portugal, a praia da Manta Rota pela proximidade à fronteira foi a escolhida e estava também ela tomada pelos caravanistas, aproveitei para finalmente retomar os treinos com uma corridinha na praia de 5km, que me mostrou o quanto eu tenho de peso a mais actualmente.

No dia seguinte e o tempo bem cinzento e a carrinha bem suja de uma estranha chuva de pó castanho que aparentemente caiu em toda a zona Sul na noite anterior, aproveitei o dia para finalmente entrar em Espanha e avançar alguns kms, primeiro até Huelva para atestar e almoçar. Depois era para seguir até Sevilla, mas achei muito confuso e como já conhecia segui até Jerez de lá Frontera, que após uma volta a pé também não me agradou para passar a noite, resolvi fazer mais uns kms e quando o sono atacou estava em Puerto de Santa Maria, o objetivo era Cádis mas fiquei por ali num parque de estacionamento perto da zona comercial, foi sossegado, seguindo para Cadis pela manhã onde encontrei depois de vários kms sem sitio para estacionar a Playa de Cortaduza, tem um parque só para caravanas, estava quase lotado, mas a LT é pequena e coube, acabei por passar o dia, dar mais uma corrida de 5kms pela praia, e sair um pouco à noite visto quer era sexta-feira de Carnaval, descobrir se por estes lados também gostam do Carnaval ou se sou só eu.

Aparentemente gostam mesmo do Carnaval em Cádiz no domingo há defiles e no sábado a noite as pessoas juntam se nas ruas do centro mascaradas a beber e a conviver até de manhã e vem gente de todo o lado para esta noite em especial.

Domingo depois de almoço segui para Algeciras para dormir e preparar a visita a Gibraltar no dia seguinte.

Gibraltar é um pais pequeno, vê se a pé num dia apenas, mas vale a pena visitar. é um cheirinho a Inglaterra em plena Espanha e com vista para Marrocos.

Foram assim as minhas primeiras semanas, espero que tenham gostado das fotos.

Para acompanharem mais de perto as minhas aventuras, sigam-me no Instagram , Facebook e Youtube

Share / Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *