by

A outra Alemanha (C/VIDEO)

Share / Partilhar:

Já tinha andado pelo sul da Alemanha à uns meses atrás quando passei cerca de uma semana em MUNIQUE, e já na altura me tinha agradado bastante o país. Apesar de haverem grandes diferenças entre o sul e o norte da Alemanha, este continua a ser um dos meus países favoritos em toda a viagem.

Do meu ponto de vista de um turista falido a viver numa carrinha, a Alemanha é dos melhores países para o fazer por diversas razões, o combustível é ligeiramente mais barato que a média Europeia, as autoestradas são suficientes e gratuitas e pelo menos para o tipo de comida que costumo comprar os preços são também abaixo da média.

Alem de tudo isto acho a língua e as pessoas relativamente acessíveis, o inglês é entendido pela maioria das pessoas, e sinto me bastante seguro na maioria dos locais.

Nesta segunda passagem pela Alemanha como ligação entre a Republica Checa e a Holanda decidi parar em Dresden, Berlim e Hannover.

Começando por Dresden surpreendeu me bastante, com o seu rio, a catedral, a ponte antiga que liga a o centro da cidade a parte sul e o seu centro histórico bastante rico em edifícios antigos e monumentos para explorar, no geral gostei bastante desta cidade.

Seguiu se Berlim a capital da Alemanha e provavelmente a capital europeia dos tipos que vivem em carrinhas e caravanas, é uma cidade estranha mas fantástica nunca tinha visto tanta diversidade cultural numa mesma cidade, e não falo só de culturas raças e países, por ali também proliferam todo o tipo de “tribos urbanas” e assim, não fazia ideia que ainda existiam punks iguais aos que via nos filmes Americanos dos anos 80 e 90 até chegar a Berlim. A cidade é muito verde com excelentes condições para a percorrer de bicicleta e imenso para ver e explorar.

Tive também a sorte de estacionar a 50 metros de um dos tipos que me inspirou a entrar nesta vida louca de viver numa carrinha falo de Mike Hudson, autor do famoso blog vandogtraveller.com, e do livro “How to live in a van and travel” livro este que me deu uma cópia autografada e que recomendo a todos os que pensam ou sonham em algum dia viver permanentemente numa carrinha, não foi difícil ler estas quase 300 páginas e identificar me com quase tudo depois de 7 meses a viver na minha carrinha. E é uma óptima pessoa para trocar umas ideias acerca deste género de vida com alguém que já vive à 3 anos na sua carrinha tendo passado por quase toda a Europa e com uns tempos em Marrocos.

Para terminar passei umas noites em Hannover antes de rumar à Holanda, é uma cidade bonita, mas não encontrei muito para ver, no entanto parece me um sitio bastante agradável para viver.

Resumindo, apesar de ter parado em poucos locais na Alemanha, espero voltar em breve, é um pais enorme, e deixei muito por explorar alem disso, também é dos poucos países em que me consigo imaginar a ter uma vida “normal” a longo prazo, vamos ver o que o futuro me reserva.

Fiquem com as tradicionais fotos e vídeo desta segunda passagem pela Alemanha, espero que gostem.

VIDEO

PHOTOS

Para acompanharem mais de perto as minhas aventuras, sigam-me no Instagram , Facebook e Youtube

Share / Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *